20 maio 2012

1 Coríntios 10.21 ( Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios, não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios .


                                                             Amor em Palavras
1 Coríntios 10.21 ( Não podeis beber do cálice do Senhor e do cálice dos demônios, não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios ).
Durante este tempo em que fui levada em sonhos para que o Espirito Santo me pudesse revelar algo sobre o mundo dos demonios estive completamente lucida;em mim;entendendo e dicernindo cada motivação espiritual  pelo qual o senhor me mostrara;acordando durante as 2 vezez e estando falando em linguas estranhas e glorificando e exaltando a Deus todo poderoso ;retornando a cochilar novamente;incrivelmente o sonho se iniciava exatamente no episódio em que havia sido interrompido ;sempre ao retornar do estado de extase  Espiritual percebi que era retirado por Deus de dentro do sonho exatamente porque havia em meu corpo algo maior que talvez ele não pudesse suportar.
Estas  palavras são palavras de amor;do amor sem limites de Deus por todos os homens ;e foram escritas para aqueles que creem e para que a glória de Deus seja manifesta a um mundo onde jaz o maligno.

Episódio 1
São tres horas da manhã;horario em que arrebatada em sonhos fui levada a um local  que me pareceu bem precario;por falta de asfalto e das varias ladeiras ;um campo de futebol de terra rodeado por alguns barracos e tambem próximo a uma linha de trem;numa favela.
Neste local acalorados e irados dois jovens se atracavam numa briga por conta de um time de futebol;estes se esmurravam e o mais gordo e moreno estava ja esfarrapado quando o resto do time entrou em conflitante luta corporal varias pessoas estavam brigando;haviam palavrõess;gritos e um rapaz magro e de cabelos carapinhos e compridos implorava para que a briga parasse pois havia um homen muito exaltado e com uma arma de fogo;um revolver e estava pronto a cometer a carneficina ;este que implorava era magrinho e chorava levantando as mãos e pedindo ajuda quando os tiros começaram a serem disparados incessantemente e sem pena;varios ficaram feridos e cairam ao chão ;porem o rapaz gordo e moreno tomou dois tiros antes de se descrenhar do outro .
Eram de times adversarios pois notei que vestiam uniformes azuis ;calção e camisa;e o do outro time vestia verde e amarelo.
Houve panico e quando olhei haviam varios corpos ensanguentados ao chão;mas percebi algo peculiar ;havia um jovem de camisa amarela que estava com meio corpo para fora da passarela que passava por um rio de esgoto;um corego.
Haviam mais dois mortos num barranco que tentaram subir pelo morro e não conseguiram;um na beira da estrada perto da linha do trem e uma mulher subia gritando pelo filho morto e sendo amparada por amigos.
Pessoas assistiam atonitas a toda aquela grande tragédia e meneavam a cabeça;eu me encontrava num lugar mais alto e cimentado que tinham em seu topo tres bandeiras enormes;uma verde;uma amarela e uma vermelha;estas se encontravam molhadas e amarradas por uma imensa corda a um mastro feito de madeira velha e gasta pelo tempo;reparei que parte da bandeira verde estava jogada ao chão.
 Episódio 2
Acordadei com o coração na mão ;com a repiração rapida como se tivesse saido de uma guerra;levantei-me me dirigi até a cozinha para tomar um copo de agua e ainda em espirito contrito e abatido dirigi-me a Deus em oração para que ele pudesse me dar o dicernimento daquele sonho tão diferente ;nele esperimentei sentimentos que pareciam reais e vivi momentos que doeram-me a alma ;eu estava la com certeza e não apenas em espirito porque meu corpo fragilizou-se ao estremo ;me sentindo amedrontada como tivesse saido do inferno.
Após alguns goles de agua e uma oração de interceção por aquelas pessoas que vi em sonho; voltei a minha cama e de subito como num piscar de olho fui levada ao mesmo lugar;não tive tempo de refletir;apenas orar.
No lugar onde estava e onde haviam as tres bandeiras vi dançando e cantando e tocando um instrumento parecido com caçimbas dois demonios em forma feminina;estavam vestidas de prata amarelo negro e vermelho;eram vestidos bordados de pedras e muito estravagantes;estes demonios estavam vindo alegremente buscar o que eles diziam ;lhes pertenciam ;e comemoravam a morte de todos os jovens e a tristeza das familias lhes pareciam mera tolice;rodearam todos os corpos e pareciam estarem entregando-os a alguem;estes demonios cantavam em lingua que naõ pude dicernir e tambem falavam em grande bardo numa lingua que não existe aqui na terra ;mas implicitamente Deus me deu a interpretação do que cantavam e falavam;estes demonios estavam entregando a satanas aqueles jovens ;seus corpos almas e espiritos;e tambem estavam glorificando a satanas e exaltando o que através de decisões e falta de controle sobre sentimentos aqueles jovens foram capazes de fazer com suas próprias vidas.
Neste momento do sonho o Espirito Santo de Deus me levantou na lingua dos anjos para contestar a autonomia que aqueles demonios achavam ter sobre aqueles corpos e espiritos.
Disse-lhes:Naõ ;Naõ;Não;
Assim diz o Senhor dos Exercitos;estes homens não pertencem a voces;naõ são propriedade suas;embora jazendo na morte; são propriedade do Deus Altissimo.
Silencio se fez ; levada pelo Espirito puchei as grossas cordas que prendiam as grandes bandeiras ;houve silencio completo; os demonios se calaram ;as grandes bandeiras molhadas  com as Lagrimas dos Santos de Deus na terra esvoaçaram ao vento e exalavam um perfume suave que inundou por completo o ambiente de morte;este aroma era finissimo e raro; de suavidade indescritivel;era o doce perfume do Amor de Deus em Cristo Jesus que manifestava-se aos homens.
Embora  as tres bandeiras voassem ao vento reparei que um pedaço da verde ainda permanecia molhada no chão;então me foi dada a interpretação;
Jamais deixe que os sentimentos humanos ;os desejos carnais ;as iras e o brilhos deste mundo  tirem de voce o direito de caminhar pela vida;nem arrebatem de voce as esperanças ;nem a vida eterna;porque embora sejais de Cristo ;por vossa própria escolha participais da mesa de satanas;porque embora a lagrima dos santos vos possam impedir de descer ao inferno;as vossas escolhas podem faze-los desfalecer na morte.
Sendo pois de Cristo; sejais participantes tambem deste magnifico banquete que para vós homens frageis e debeis ele ja tem preparado .
As lagrimas e as orações dos santos ainda estão sendo derramadas por vos;para que possas ter o dicernimento Espiritual e escolher o bem.
                                                                  Memorias de Angel Tarso